Pular para o conteúdo principal

Instalando programas do Mandriva Free no Mandriva One pelo DVD

"Veja como instalar programas no Mandriva através do DVD ou de arquivos locais copiados do DVD".

Quando instalamos o Mandriva One, como é apenas um cd, não temos muitas opções de programas, e principalmente quando não temos internet neste computador é uma tarefa árdua baixar pacote por pacote, os programas que queremos. Uma ótima opção é baixar o DVD do Mandriva Free, que neste, já vem vários programas completos e prontos para instalação. Mandriva Free é uma versão do Mandriva em que todos os seus programas, codecs e outros, são totalmente livres. Mas por opção, usamos o One, pelo fato de já vir com Drivers proprietários, evitando que algum drive fique sem instalar no computador. Mas como usar os programas do DVD do Mandriva Free no Mandriva One? É simples e mostrarei uma das várias maneiras.

Primeiramente(Com o Mandriva One instalado em seu computador) baixe em qualquer lugar(Lanhouse, casa de amigos, parentes...) a imagem ISO da versão Mandriva Free diretamente do site www.mandriva.com, e grave o DVD.
Coloque o DVD no leitor e abra o mesmo e veja que lá (na versão 32 bits) temos a pasta i586, abra e procure a pasta “media”, que é a pasta onde teremos as duas mídias (pastas com os pacotes dos programas) “main” e “contrib”. 

 Agora que verificamos a existência das duas pastas no DVD, vamos adicioná-las como mídias, abrindo o Centro de Controle Mandriva, na guia “Gerenciar Programas” clique em “Configurar Mídias para Atualização e Instalação de Novos Programas”. Na janela que surge, provavelmente não tem mídia nenhuma na lista, mas se houver, não tem problema. Agora vamos no menu “Arquivo” > “Adicionar mídia personalizada”. Na janela que surge, temos que selecionar o tipo de mídia, por algum motivo às vezes conseguimos adicionar o DVD como dispositivo removível, caso seja exibido alguma mensagem de erro após clicar em OK usando esta opção tente outra, a “Arquivos Locais” que também serve para ser usada pelo DVD ou em uma pasta em seu computador(basta copiar as pastas “contrib e main” para o seu computador). 
Depois de selecionar a opção do tipo de mídia (neste caso “Arquivos Locais”), no campo Nome da Mídia, digite um nome de referência para a mídia, DVD Mandriva por exemplo, e depois clique no botão “Navegar” para selecionar o caminho do DVD, procure a pasta “contrib” como mostrado anteriormente, abra a mesma, e clique em OK, depois clique em OK novamente e aguarde a mídia ser adicionada e pronto, agora basta seguir os passos novamente e adicione também a pasta “main” como mídia, aí é só abrir o gerenciador de programas do Mandriva e ver quais estão disponíveis para instalação. Atualmente, o Mandriva 2010 Free, vem com Wine, VirtualBox, VLC, Inkscape, codecs de áudio e vídeo e muitos outros disponíveis, até mesmo programas de desenvolvimento, como Ecllipse, e servidores como Apache e MySQL.

Espero ter ajudado, qualquer dúvida basta deixar um comentário que responderei assim que possível. Até o próximo post.

Postagens mais visitadas deste blog

Corrigindo erro ao instalar o Netbeans no Linux: UncaughtExceptionHandler in thread "main"

Ao tentar instalar o Netbeans 8.0.2 no Mageia 5, me deparei com um erro, onde ele não abria a tela de instalação, então rodei ele pelo terminal e tive a seguinte saída: 

$ ./netbeans-8.0.2-php-linux.sh
Configurando o instalador ...
Procurando por um JVM no sistema...
Extraindo dados para instalação...
Executando o assistente do instalador...

Exception: java.awt.HeadlessException thrown from the UncaughtExceptionHandler in thread "main"

Então após umas pesquisadas na Internet, cheguei à conclusão que era um problema no caminho do Java JDK que não está configurado corretamente, então basta executar o Netbeans informando o local do JDK:


./netbeans-8.0.2-linux.sh --javahome /usr/java/jdk1.8.0_25/
 No meu caso a localização do JDK foi "/usr/java/jdk1.8.0_25/', verifique o caminho da sua versão do JDK e também para sua versão do Linux. Acredito que esse erro possa acontecer no Windows em alguns casos, mas aí já é coisa pra um futuro tutorial.

Espero ter ajudado. Se te ajudou, com…

CSS: ID e Class, o que são e quando usar

Como muita coisa no temido CSS, muitas pessoas tem dúvidas em relação ao ID e Class, o que é normal. Então vamos ver de forma simples o que é cada um deles e quando usar.
ID é um identificador ou seletor para um elemento no HTML, e este deve ser único em todo o corpo do documento, e assim o CSS será aplicado para este elemento em específico. É algo que funciona como o número do documento de identidade, ou seja, é como devemos identificar os elementos como imagens, divs, parágrafos em nossa página. É também a forma mais correta para este fim, mas muitos usam classes – e funciona – mas não é indicado, e podem ter alguns problemas ao usar Javascript por exemplo, pois classe pode ser usada em vários elementos HTML da página, e o ID dever ser usado em apenas um. No CSS ele é identificado pelo sinal # (sharp) e no HTML o nome do ID fica no parâmetro id=”” sem o sinal #.
Exemplo: CSS #meuelemento{ color: #000; }
#meuOutroElemento{ color: #333; margin: auto; }
HTML
<div id=”meuelemento”&g…

Instalando placa de vídeo AMD Radeon no Kubuntu 14.04 e 14.10

Como sempre, é recomendado usarmos drivers livres em nossas distribuições, não pelo falo de serem livres, mas principalmente por terem sido melhores testados pela comunidade. Se sua placa de vídeo foi reconhecida pelo Kubuntu(ou qualquer outra distro) e usa o driver livre, recomendo que deixe-o assim, mas pode seguir este tutorial. Como todo fabricante, a AMD disponibiliza um drive para seu produto, e para controlar a placa de vídeo, existe o AMD Catalyst, que é quem faz o controle do sistema híbrido, uma interface na verdade, mas já vem tudo junto num pacote só!

Sistema Híbrido Intel/AMD Radeon
Há alguns anos vi um professor com um sistema híbrido em um notebook, é algo interessante, mas que pode trazer um pouco de dor de cabeça para usuários Linux, quando se trata de placas da AMD. Não vejo muitas reclamações de placas Nvidia em sistemas híbridos, o uso do Bumblebee parece ser simples e sem muito mistério. Não que instalar o AMD Catalyst seja coisa de outro mundo, mas acontece de oc…